terça-feira, 9 de junho de 2009

Antes de morrer

Mania besta do ser humano de se queixar da vida. Mas quem aqui nunca desejou morrer, mesmo que da boca pra fora? Tenho dito bastante isso nos ultimos dias, mas pô, sei que tenho muito a realizar por aqui... Então, antes de ir, eu gostaria de algumas coisas desta vida:

Eu queria voltar a ter o corpo que tinha quando malhava frenéticamente.
Reencontrar algumas pessoas que passaram e se foram. Encontrar algumas pessoas que o destino, a distância ou a falta de acaso me impediram de encontrar, e nunca mais na minha vida dar de cara com algumas pessoas em alguma rua qualquer.
-Mas quero principalmente mais gente nova chegando na minha vida!

Eu quero um amor maior que eu. Quero a sorte de um amor tranquilo.
E quero nunca mais precisar de mentiras sinceras.
Muitas noites em claro, enrolando minhas pernas em outras pernas.

Quero uma casa nossa, pra chamar de minha. E se der pra incluir, cercas brancas e muitos gatinhos persas (se dane a sua renite!).

Quero poder ver meu filho ir de menino a homem, forte e vencedor.
Nunca mais ter que me despedir pra sempre de pessoas que amo.
Quero ainda alguns banhos de chuva, dias frios regados a vinho e fondue de chocolate, dias quentes com conversas e amigos na beira da piscina. Quem sabe uma big king size.

-Não quero dinheiro sobrando, mas quero o suficiente pra não ter que ficar contando.

Antes de eu ir de vez, queria umas 2 tatuagens.
Queria que a minha utopia de não ver mais animais procurando comida no lixo tivesse se tornado realidade.

Eu quero perder algumas manias. Quero aprender finalmente a ter paciência.
Quero deixar pelo caminho alguns pesos e levar bagagens mais leves.
Quero nunca perder a risada frouxa que tenho, o meu jeito sarcástico e essa dose de humor.
E que Ele permita que eu nunca fique mais rabugenta do que já estou.

Mais sorvete.
Mais vôos.
Mais lugares a descobrir!

Mais pão quente com requeijão. Mais suco de abacaxi com hortelã, mais tequila!
Muito mais músicas. Muito mais danças. Mais conversas fiadas.
Quero ter no caminho algumas boas surpresas. Algumas pedras ainda pra que nunca esqueça do quanto é difícil o caminho.
Quero não ter mais essa inquietude. Essa urgência e essa pressa.

No dia que eu me for de vez, quero sentar e sentir tranqüilidade de pensar que no fim tudo deu certo. ;-)

2 comentários:

miyonamine disse...

Muitas vezes a gente se vê amassados, pisados, sujos e mesmo assim a gente acaba esquecendo que apesar de tudo o que fazem com a gente pra algumas pessoas a gente nunca perde o valor.... essas pessoas não deixam de lembrar de você às vezes, só num lembram de agradecer como vc fez a diferença naqueles momentos dificeis e nem se importam com o que vc tem ou como aparenta ser hj simplesmente te amam como vc é... de que lado vc está??? vc é das que ajudam ou das que são ajudadas??.... um ótimo feriado!!!!

Denise disse...

Eu tambem queria mais felicidades, mais ligações, mais alegria, mais sorvete, mais baladas, mais torpedos no celular. Pode soar que eu quero apenas coisas concretas, mas eu digo que são coisas concretas mas ao mesmo tempo são as coisas que me deixam feliz.
Nem todo mundo fica feliz
Nem todo mundo se agrada com as coisas que têm.
Todo mundo deveria ser lembrado
Todo mundo deveria ser mais sincero
Todo mundo deveria viver na cumplicidade e na forma mais verdadeira.

Eu sei qual lado você está, mas por isso que eu venho aqui todos os dias, pq as vezes... o post serve pra mim

=)

Saudades