quarta-feira, 6 de maio de 2009

Amor e fé

Sim, esse é mais um post sobre amor. Não tá feliz? Muda de blog!
Tenho dó dessas pessoas que não sabem e temem falar de amor.
Quem não fala de amor não pinta o arco-íris nas palavras, não sustenta estrelas no olhar. Pessoas vazias desse sentimento são pessoas mortas por dentro. Frias. Insípidas. Pessoas tão sem cor. Sem brilho nos olhos, sem sorriso bobo, sem alegria permanente. Definham-se aos poucos, não vivem, apenas existem.
Penso que, para essas, a vida deve ser cinza. Amarga, intragável, intolerável, monótona, maçante.
Tenho pena dessa gente.

Já entendi que minha loucura é sensata.
Eu não vou pular da janela não, eu tenho medo de tomar sereno.
E, de novo, gosto de você. Por nada, por tudo. Pela paz que me dá ou pelo tormento que me provoca quando fica me questionando e jogando as verdades mais duras - porém verdadeiras - na cara. Ou quem sabe, e, mais provável, gosto de você pela sua alma, pelo sorriso, por ser tão oposto e idêntico a mim. Por várias coisas.

E o que é o amor então se não for sinônimo de fé? Reclamamos, reclamamos, mas no fundo acreditamos que amar pode dar certo.

Temos o pé no chão e a cabeça nas nuvens. Temos o coração em outras mãos que não são nossas.
Doce ilusão achar que sabemos a hora de chegar ou ir embora. Amamos por diversas razões que desconhecemos. Deixamos de amar por outras que sabemos menos ainda. Desconhecemos razões.

Amamos simplesmente porque queremos estar juntos.
Amamos porque gostamos do cheiro, do calor, do beijo.
Amamos porque gostamos de assistir tv de domingo de manhã deitados no colchão.
Amamos porque não temos nada em comum um com o outro.
Amamos porque dividimos o mesmo edredom.
Amamos porque gostamos das nossas escovas de dente na mesma pia.
Amamos porque gostamos do jeito dele deixar todas as coisas em seus devidos lugares.
Amamos porque gostamos um da letra do outro.
Amamos porque não sabemos amar.
Amar é acreditar.
Acreditar que pode dar certo.
Acreditar em um futuro juntos apesar de... Quais eram nossos problemas mesmo?

3 comentários:

Carla disse...

Amamos porque somos seres que apesar da dor, acreditamos piamente que vamos conseguir vencer as barreiras, assim como eu você é uma grande guerreira que não se vence com um Não.Amo vc florzinha!

...."Rafaela"..... disse...

Adorei o texto...Adorei tudo!!

A melhor parte: Se não quer ouvir falar de amor mude de blog..kkkkk

Essa sinceridade que só as librianas possuem te faz especial!!!!

Transforme seus textos em um livro..vai fazer sucesso com a mulherada..Tenho certeza!!!!!

Ameiiiii

beijos lindaaaaaaa

Luana disse...

Amor e fé - inspiração de Dawson's creek?
auheuaheuaheu

Beijos tata ♥